Português Inglês Persa
Hoje é Quinta-Feira, 11 de Agosto de 2022
Comércio Irã-EUA é de US$ 69,5 milhões em 10 meses


Comércio Irã-EUA é de US$ 69,5 milhões em 10 meses

O valor do comércio entre o Irã e os Estados Unidos atingiu US$ 69,594 milhões desde o início do atual ano civil iraniano (21 de março de 2021) até o final de janeiro de 2022,



Conforme relatado pela ILNA, durante o período mencionado, o Irã exportou US$ 248.000 em commodities para os EUA, enquanto o valor das importações do país foi de US$ 69,345 milhões.

De acordo com os dados mencionados, o comércio entre os dois países aumentou 18 por cento em relação ao valor do ano anterior.

O valor das exportações para os EUA aumentou 253% em relação ao ano anterior, em que as exportações foram de US$ 136.000.

As importações, no entanto, diminuíram 17% em comparação com o valor do ano anterior, durante o qual o Irã importou US$ 79,836 milhões em commodities dos EUA.

Os EUA ficaram em 23º lugar entre os principais exportadores para a República Islâmica.

O valor das exportações não petrolíferas do Irã aumentou 38% durante os primeiros 10 meses do atual ano civil iraniano (21 de março de 2021 a 20 de janeiro de 2022), em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o IRICA Chefe Alireza Moghadasi.

O Irã exportou mais de 100 milhões de toneladas de produtos não petrolíferos no valor de US$ 38,763 bilhões no período mencionado, disse o funcionário.

De acordo com Moghadasi, o peso das exportações no referido período também cresceu sete por cento em relação ao valor dos mesmos 10 meses do ano fiscal anterior.

Ele disse que os principais destinos de exportação dos produtos não petrolíferos iranianos foram China, Iraque e Turquia durante os referidos 10 meses.

O chefe do IRICA anunciou ainda que a República Islâmica importou 33 milhões de toneladas de commodities não petrolíferas no valor de US $ 41,473 bilhões no período mencionado, com um crescimento de 34% em valor e um aumento de 17% em peso, ano a ano.

Os Emirados Árabes Unidos foram os maiores exportadores para o Irã nesse período, seguidos por China, Turquia, Alemanha e Suíça, afirmou.