Português Inglês Persa
Hoje é Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017
Irã e França aumentam cooperação em projetos pesqueiros.


Irã e França aumentam cooperação em projetos pesqueiros.

Empresas francesas tem impulsionado o volume de investimentos em projetos de pesca do Irã, disse o chefe da Organização Iraniana Pescas



Hassan Salehi fez a declaração na inauguração da Conferância Dia da Pesca Irã-França realizada na Câmara de Comércio, Indústrias, Minas e Agricultura do Irã no sábado, salientando ainda, a cooperação de longa data da França com o Irã no domínio da pesca.

"Fornecer ovos de alta qualidade, equipamentos para melhorar a qualidade da água e tratamento de águas residuais, bem como o desenvolvimento do mercado consumidor são os principais requisitos para a continuação do desenvolvimento da indústria da pesca e uma parte destes requisitos estão sendo atualmente cobertos por empresas francesas", disse Salehi .

A taxa de crescimento da aquicultura no Irã é muito maior do que a taxa média de crescimento do setor agrícola e até mesmo a taxa de crescimento da produção de alimentos, acrescentou.

De acordo com ele, a produção de peixes de viveiro aumentou de 125.000 toneladas em 2004 para 415.000 toneladas em 2015, o que indica mais do que triplicar a produção. Ele acrescentou que, ao incluir o peixe capturado em águas nacionais, extra-territoriais e internacionais, a produção total da aquicultura do país é de mais de um milhão de toneladas em 2015.

Mais de 40% da aquicultura de água doce do país é composta de peixes de água fria (salmão). O Irã ocupa o primeiro lugar no mundo, produzindo 140.000 toneladas de salmão, disse ele.

A Conferência Dia da Pesca Irã-França foi realizada em Teerã com a presença do embaixador francês François Sénémaud e representantes de 16 empresas de pesca francesas.