Português Inglês Persa
Hoje é Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
Venha conosco ao Irã - 07 - província de Fars - cidade Shiraz - época islâmica


Venha conosco ao Irã - 07 - província de Fars - cidade Shiraz - época islâmica

Hoje apresentaremos monumentos da época islâmica. Convidamos-lhes para nos acompanharem . Ainda que o antecedente histórico da cidade de Shiraz chega até a época de Aqueménida; no entanto, sua fama tem que ver com o Islã. Neste período, esta cidade estend



Em cada época, construíram-se edifícios com estilo da sua época e, por isso, os monumentos e edifícios de Shiraz conservam uma imagem das mudanças do Irã, desde o passado até o presente. Shiraz mantém em se mesma as obras valiosas e significativas das épocas do Ilcanato Mongol, as dinastías safávidas, Qajar e Zand. As obras desta última têm uma importância especial e encontram-se com frequência nesta região.
Karim Khan Zend, fundador da dinastia Zand, conhecido também como WAKIL-AL-RAʿĀYĀ, governou o Irã entre os anos 1750 a 1779 (1163-1193 da hégira lunar). Ele escolheu Shiraz como capital de seu governo. Nesse época foram erguidas muitas construções e monumentos históricos. A Fortaleza de Arg de Karim-Khan, o mercado de Wakil, a mesquita de Wakil, o jardim Nazar (o museu Pars), o banho turco de Wakil, e muitos outros monumentos são atrações turísticas nesta cidade.
Queridos ouvintes, no programa de hoje, até que o tempo nos permita, tentaremos apresentar-lhes os monumentos históricos da época de Zand. Mas, dantes, é necessário falar um poco sas características arquitetonicas desta época, que é a continuação da época dos safávidas, mas em um novo estilo mais simple. A fortaleza coincide com o clima de Shiraz o que mostra algumas características dos monumentos da época de Zand, que deram o início de uma nova geração na arquitetura iraniana. Outra característica destacável das construções da época é atenção ao espaço interior dos edifícios. Aplicaram-se muitas artes como decoraçãos com gesso, pinturas e cerâmicas dentro dos monumentos. Ademais, os edifícios desta época são tão sólidos , resitentes as fortes terremotos. Os terraços entre duas colunas de pedras de uma só peça que levam esculturas simples ou em espirais são outra característica da arquitetura da época de Zand.
É conveniente que para conhecer melhor os monumentos da época do império de Zand comecemos pela fortaleza de Arg de Karim-Khan. Este monumento está situado no noroeste de Shiraz e é um palácio imperial, o qual foi construído no ano 1180 da hégira lunar durante o mandato de Karim-Khan Zand. Este palácio é uma mostra de simplicidade e ao memso tempo delicadeza, a fortaleza e a iniciativa inigualavel das arquiteturas desta época. Arg de Karim-khan é um palácio retangular com uma superfície de 4000 m2 e, em cada uma de suas esquinas, existem uma torre de tijolo com uma altura de 15 metros.
As formosas cerâmicas que se aplicaram nos tijolos destas quatro torres releva mais a sua grandeza e glória desta construção . Também os quartos e o espaço interno do palácio estão decorados com pinturas, enquanto os jardins e os arboles têm criado um espaço verde muito agradável.
Na época do governo de Qajar, foram destruídas, pelo ódio, todas as pinturas e as cerâmicas do monumento de Arg de Karim-khan e foram substituidas por decoraçãos típicas de Qajar , porem, após a revolução islâmica do Irã, foi preservado e restaurado o estilo principal deste monumento.
O mercado de Wakil é outro monumento conhecido da época de Zand, o qual se registrou no ano 1315 da hégira solar na lista dos patrimônios culturais do Irã. A arquitetura do mercado Wakil é muito considerável. Pese a que a arquitetura deste mercado também é antiga e está inspirada no antigo mercado da cidade de Lar que faz parte das obras do rei Abbas Safavida, no entanto, outros mercados construídos após a época Zand, têm seguido as mesmas inspirções no mesmo desenho do mercado Wakil.
A iluminação e o aproveitamento da luz é muito considerada na arquitetura deste mercado e o calor adequado para o interior do monumento, de tal maneira que, dentro do mercado é quente no inverno e fresco no verão.
O mercado de Wakil de Shiraz com suas múltiples pousadas e hospedarias, sempre tem sido o centro da economia da cidade. Este mercado tradicional ainda existe e é o lugar onde se vendem os artesanatos, quadros e muitos outros produtos.
A mesquita de Wakil também é um dos monumentos mais importantes da época de Zand , com uma superfície de 11.000 m2, das quais 9600 m2 parte construída. A pavimentação da mesquita está coberta totalmente com grandes divisões de pedra, onde a fonte retangular está situada no méio do espaço livre da mesquita, também de pedras grandes de uma só peça.
A mesquita de Wakil também inclui aos terraços e os dormitórios de verão e de inverno. As múltiplas inscrições que levam os versículos do Alcorão com as caligrafías deslumbrantes nas cabeceiras das portas e dos terraços.
O banho turco (Hamam) de Wakil, perto da mesquita de Wakil, é um dos maiores em toda a história do Irã. Este banho está formado por quatro partes que têm relação uma com a outra. Após chegar ao banho, encontram-se em um espaço de oito arestas e o teto leva as decoraçãos de gesso que são muito interessantes, já que desenharam-se a ascensão do profeta do Islã e alguns contos antigos persas. No meio do espaço existe uma grande fonte de água e em seus arredores existem outras mais pequenas. A construção tem características comum e típica da época e previram-se muitos pormenores para manter a temperatura dentro do banho e evitar a entrada do frio. Hoje em dia, o banho turco de Wakil converteu-se em um museu onde se expõem artesanatos tradicionais e restos arqueológicos reconstruídos.
O edifício Kolah-farangi ou museu Pars é mais uma obra da época de Zand. Anteriormente, no lugar onde está situado atualmente o museu Pars, tinha um jardim chamado Nazar, no qual levantavam-se os edifícios Kolah-farangi e Arg de Karim-khan.
O edifício de oito vías principais , chamado Kolah-farangi, fica no lindo jardim de Nazar. Na época de Karim-khan este edifício tão glorioso usava-se para receber convidados, como embaixadores estrangeiros, e aí também se realizavam diferentes cerimônias oficiais.
Em seu testamento o mesmo Karim-khan Zand pediu que após sua morte o enterrassem neste edifício, pelo que agora conhece-se como o túmulo de Wakil. Este edifício está decorado artisticamente com cerâmicas, pinturas, a decoração de gesso; bem como no meio da sala há uma fonte de água.
No ano 1315 da hégira solar este edifício se converteu em museu, cujos objetos que encontram nele pertencem à época pre-histórica, histórica e à época islâmica, como pratos de barro, de bronze, manuscritos, quadros de pintura, entre outras.
Queridos ouvintes, as obras históricas da época da dinastía de Zand que temos mencionado não se acabam aqui. O jardim Jahan-nama, o edifício Diwan-khane, o túmulo do rei Shoja, e outros muitos monumentos recordam-nos a época de glória e grandeza de Zand em Shiraz mas, já neste programa não temos o curto tempo não nos permite explicar-lhes. Esperamos que viajando ao Irã, tenham a oportunidade de conhecer todas estas obras e monumentos históricos.
Convidamos-lhes que nos acompanharem no próximo programa no qual seguiremos a apresentação de novos e interessantes lugares religiosos e outras obras históricas.