Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 21 de Maio de 2022
Irã adquire tecnologia para usar águas residuais domésticas para a agricultura.


Irã adquire tecnologia para usar águas residuais domésticas para a agricultura.

Um funcionário iraniano diz que o país adquiriu a tecnologia para converter águas residuais produzidas pelas famílias às da água na agricultura, que pode ser usado para a agricultura.



Mostafa Qane'ei, secretário da Sede para o Desenvolvimento de Biotecnologia da Vice-Presidência do Irã para a Ciência e Tecnologia, foi citado pela IRNA como dizendo no domingo que os técnicos iranianos tenham adquirido a tecnologia para converter águas residuais produzidas por unidades residenciais para água fazenda.

 "O projeto foi concluído por especialistas nacionais que trabalham com sede na área de tratamento de água", acrescentou.

O funcionário observou que, além de cultivar, o esgoto produzido por complexos residenciais pode ser tratada e usada para irrigar estufas ligadas a esses complexos, bem como parques e outros espaços verdes ao redor deles.

"A tecnologia vai permitir que o país reduzir muito a água potável que normalmente é desperdiçado para tais fins", disse ele.

Qane'ei acrescentou que o sistema de tratamento de águas residuais domésticas tem sido já em uso nos países desenvolvidos e sua tecnologia foi adquirida por especialistas iranianos que estão dispostos a encontrar novas maneiras de economizar água potável.

O funcionário disse que as negociações têm sido realizadas com Teerã Município, a fim de promover o uso desta tecnologia para a conversão das águas residuais produzidas pelas famílias às da água na agricultura.

A escassez de água tem sido um problema crônico no Irã e os especialistas acreditam que a aquisição da nova tecnologia ajudará o país a fazer face a este desafio de uma forma melhor.

Em meados de maio, o ministro da Energia do Irã, Hamid Chitchian alertou para possíveis cortes de abastecimento de água e racionamento no verão, convidando o público para reduzir o consumo.

Chitchian disse que o Irã está às voltas com uma drástica redução na precipitação, que tem visto reservas de águas subterrâneas esgotar acentuadamente em meio a um aumento da temperatura.

Segundo o vice-ministro do Interior, Esmaeil Najjar, mais de 500 cidades iranianas estão lutando com a escassez de água potável.