Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 6 de Junho de 2020
Irã, China assinam acordo de desenvolvimento indústrias marítimas.


Irã, China assinam acordo de desenvolvimento indústrias marítimas.

Irã e China assinaram um acordo para aumentar a cooperação entre os dois países no desenvolvimento das indústrias e instalações marítimas.



O acordo foi assinado pelo ministro iraniano de Indústria, Minas e Comércio Mohammad Reza Nematzadeh, e presidente da China Communications Construction Company (CCCC) Liu Qitao na capital iraniana, Teerã, na terça-feira.

Falando durante a cerimónia de assinatura, Nematzadeh observou que o Irã ea China têm muitos pontos em comum culturais, políticos, históricos e econômicos, além de interesses comuns.

"A política do governo iraniano é expandir relações com outros países em todos os domínios, especialmente no domínio da economia", acrescentou Nematzadeh.

O ministro iraniano afirmou que, após a conclusão do acordo nuclear entre o Irã eo recente potências mundiais, o Irã espera expandir relações com outros países e se engajar em cooperação de longo prazo com eles.

Notando que o Irã ea China podem cooperar em vários domínios, Nematzadeh acrescentou: "Este acordo diz respeito ao desenvolvimento das indústrias marítimas do país e prioridade do Irã para a cooperação futura é de aumentar o investimento e joint ventures."

Ele disse que o Irã elaborou recentemente um plano estratégico de 10 anos para as suas indústrias marítimas, que prevê grandes investimentos nas indústrias, incluindo na construção de novos navios.

"Por isso, decidimos iniciar uma cooperação de longo prazo com empresas estrangeiras credíveis no domínio das indústrias marítimas", disse ele.

Nematzadeh expressou esperança de que o acordo daria motivos para o investimento em indústrias marítimas do Irã pelo lado chinês e transformar o Irã em um hub para a revisão geral dos navios na região.

O funcionário chinês, por sua vez, disse este não foi o único projeto que sua empresa buscou no Irã, acrescentando que CCCC está disposta a considerar o investimento em vários projetos iranianos.

Qitao também expressou esperança de que o acordo abriria o caminho para o estabelecimento de um centro de revisão para vários tipos de navios na região do Golfo Pérsico.