Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 6 de Junho de 2020
Irã e França assinaram uma série de acordos comerciais


Irã e França assinaram uma série de acordos comerciais

O Irã e a França, na quinta-feira, assinaram uma série de acordos comerciais que podem ser de bilhões de dólares durante uma visita histórica a Paris pelo presidente iraniano, Hassan Rohani.



Rouhani e seu colega francês, François Hollande supervisionaram a assinatura dos acordos de cooperação em uma série de setores como a aviação, fabricação de automóveis e petróleo, entre outros.

Um destes acordos refere-se a compra de 118 aviões da Airbus pelo Irã no valor total de US $ 25 bilhões. O acordo para comprar 73 aeronaves de longa distância e 45 aviões de média distância será finalizado uma vez que as sanções internacionais contra o Irã sejam totalmente levantadas.

O acordo abrange "a aquisição de 118 novas aeronaves, a formação dos pilotos, operações aeroportuárias e apoio a ATM (Air Traffic Management)", disse a Airbus em um comunicado relatado pela AFP.

Outro negócio chave foi um acordo que o Irã assinou com a Total sobre a compra de petróleo bruto.
A Total, anunciou através de um comunicado que, também assinou um Memorando de Entendimento (MoU) com a National Iranian Oil Company (NIOC) para ter acesso aos dados técnicos de determinados projetos de petróleo e gás iranianos para avaliar seu potencial de desenvolvimento.

Os dois também assinaram um acordo que permitirá a Total utilizar entre 150.000 e 200.000 barris de petróleo bruto do Irã por dia para entregar as refinarias francesas e europeias.

Outros acordos fundamentais que foram assinados incluem um com a gigante em construções Bouygues e Aéroports de Paris (ADP) para atualizar instalações aeroportuárias no Irã.

A grande montadora francesa Peugeot Citroen PSA anunciou mais cedo que tinha finalizado um contrato com os principais fabricantes de automóveis do Irã Iran Khodro sobre a produção de carros no país.

O contrato, cujo valor é de € 400 milhões, prevê o investimento da Peugeot em plataformas de modernização, em particular na principal fábrica da Iran Khodro perto de Teerã. O investimento também permitirá a exportação de veículos para a região.

PSA vai iniciar através da produção de 200.000 carros por ano em uma joint venture 50:50, produzindo o Peugeot 208, de 2008, e o modelo 301. A produção de veículos vai começar no segundo semestre de 2017, de acordo com os relatórios.