Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 6 de Junho de 2020
Japão, Irã definido para iniciar as negociações de investimento.


Japão, Irã definido para iniciar as negociações de investimento.

Japão e Irã vai começar conversações na próxima semana para negociar um tratado de investimento bilateral, como Washington se move para aliviar as sanções contra Teerã e Tóquio olha a intensificar os seus interesses na nação rica de recursos.



Autoridades japonesas e iranianos vão se reunir em Teerã de segunda a quarta-feira para garantir um acordo, chefe de gabinete Yoshihide Suga disse, como outros consumidores de energia também correm para explorar o potencial comercial de Teerã.

"O objetivo destas negociações é proteger as actividades de investimento das empresas japonesas," AFP citou Suga como dizendo em uma entrevista coletiva.

Quando questionado sobre como poucos recursos Japão iria explorar o potencial energético do Irã, Suga disse: "Manter esses diversos fatores em mente, o Japão tomará as medidas necessárias e não pode ser posterior a outras nações."

Japão espera que o levantamento das sanções vai levar a um aumento das exportações de automóveis para o Irã e mais importações de energia iranianas, embora as autoridades de Tóquio estão se preparando para uma feroz concorrência internacional para o acesso ao mercado, informou a imprensa local.

Tóquio, que está fortemente dependente do petróleo do Oriente Médio, tem mantido relações amigáveis ​​com Teerã através de seus anos de ostracismo, mantendo-se o diálogo diplomático que muitos países desenvolvidos cortar décadas atrás.

Mas Tóquio reduziu suas importações de petróleo iraniano nos últimos anos sob a pressão dos colegas desenvolveram poderes que apóiam o regime de sanções liderada pelos Estados Unidos.

Há também houve novos investimentos japoneses no Irã desde 1993, segundo dados oficiais. Havia cerca de 30 empresas japonesas que operam no país a partir de julho do ano passado, AFP acrescentou.

O Irã, entretanto, elogiou a tecnologia nuclear do Japão e disse que mais investimento no setor atômico do Irã poderia impulsionar as relações bilaterais.

Ministro dos Negócios Estrangeiros japonês Fumio Kishida também é esperado para visitar o Irã já no próximo mês para criar uma comissão bilateral para discutir outras questões econômicas energia e desenvolvimento de infra-estrutura e, segundo a Kyodo News.