Português Inglês Persa
Hoje é Segunda-Feira, 6 de Abril de 2020
Ministro do desenvolvimento brasileiro chega amanhã em Teerã.


Ministro do desenvolvimento brasileiro chega amanhã em Teerã.

Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil é chega na capital iraniana em visita oficial amanhã para explorar formas de reforçar as relações econômicas entre Teerã e Brasília.



Segundo a imprensa iraniana, Armando Monteiro será acompanhado por uma delegação que representa vários setores econômicos do país latino-americano.

Delegação que acompanha de Monteiro será composto por funcionários da câmara de comércio, banco central, autoridades econômicas da chancelaria brasileira, bem como 35 empresários e ativistas econômicos do Brasil.

Durante a sua estadia de três dias no Irã, o ministro brasileiro deve se reunir e conversar com o ministro iraniano estrangeiro, o ministro da Energia, ministro da Economia e das Finanças, bem como ministro da Indústria, comércio e minas.

Monteiro também se reunirá com funcionários do banco central do Irã e bancos privados para discutir maneiras de impulsionar as relações econômicas entre os dois países.

Reforçar as relações entre Teerã e Brasília em áreas como comércio exterior, energia, banco, agricultura e investimento tem sido mencionada como o principal objetivo da visita a Teerã de Monteiro.

A conferência apelidada de "oportunidades de cooperação entre o Irã e o Brasil" também será realizada durante a visita de Monteiro para o Irã, que terá a participação de ministros da indústria dos dois países, além de um grande número de empresas iranianas e brasileiras ativas em vários campos industriais tais como gêneros alimentícios, nanotecnologia, indústria aeroespacial, telecomunicações e máquinas.

O Brasil é atualmente a sétima maior economia do mundo, é um membro do grupo BRICS de potências emergentes, que também inclui Rússia, Índia, China e África do Sul.

Brasília é também o mais importante parceiro econômico de Teerã na América Latina e no volume de quantidades comerciais bilaterais para cerca de US $ 1.6 bilhões por ano.

Carne, açúcar e milho são produtos de exportação mais importantes do Brasil para o Irã, que em troca exporta tapetes, passas e produtos petroquímicos para o Brasil.