Português Inglês Persa
Hoje é Quinta-Feira, 23 de Setembro de 2021
O embaixador iraniano no Brasil visitou o processo de produção e beneficiamento do algodão


O embaixador iraniano no Brasil visitou o processo de produção e beneficiamento do algodão

O embaixador iraniano no Brasil visitou um dos maiores complexos agrícolas para conhecer o estado da produção de algodão no Brasil.



Segundo o grupo político IRNA da embaixada iraniana no Brasil, Hossein Gharibi, embaixador do Irã no Brasil, por conta da safra de algodão neste país, ontem (sexta-feira, 19 de agosto) a convite de um dos grandes complexos agrícolas e acompanhado de explicações técnicas do professor Barbosa, um dos renomados professores de agropecuária do Brasil visitou o processo de colheita e beneficiamento do algodão até a etapa de exportação.

O cultivo do algodão, como segunda safra após a colheita da soja, avançou significativamente nos últimos anos. Esses avanços estão na produção de novas espécies com alta produtividade, resistência a pragas e baixo consumo de água.

O Brasil geralmente tem alta produtividade na produção do cultivo de algodão de sequeiro no mundo; Nas últimas cinco décadas, a safra de algodão aumentou doze vezes, passando de 143 kg / ha na década de 1970 para 1700 kg.

Com base nessas conquistas, o Brasil passou de importador de algodão a segundo maior exportador de algodão do mundo; O país exportou 2,4 milhões de toneladas de algodão no ano passado. Mais de 90% das exportações do Brasil para a Ásia e China, Vietnã, Bangladesh, Paquistão e Indonésia.

O Instituto Brasileiro de Pesquisa Agropecuária, Ambrapa, tem sido fundamental para melhorar a situação agrícola do país. Um memorando de entendimento foi recentemente assinado entre o instituto e o Instituto de Pesquisa Agrícola do Irã, e os dois institutos devem trabalhar juntos no campo da produção de algodão.