Português Inglês Persa
Hoje é Terça-Feira, 18 de Janeiro de 2022
Projetos petroquímicos avaliados em mais de US $ 1,3 bilhão entram em operação


Projetos petroquímicos avaliados em mais de US $ 1,3 bilhão entram em operação

O presidente Hassan Rouhani inaugurou na quinta-feira três grandes projetos petroquímicos no valor de US $ 1,304 bilhão no sudoeste do Irã por meio de uma videoconferência.



Inaugurados nas províncias do Khuzistão e Bushehr, os projetos mencionados vão criar oportunidades de emprego para mais de 2.454 pessoas, informou a IRNA.

Conforme relatado, as novas unidades petroquímicas, ou seja, a unidade de uréia e amônia Masjed Soleiman, a planta petroquímica Assaluyeh Exir Halale e a unidade de metanol Sabalan, adicionarão um total de 3,5 milhões de toneladas à capacidade de produção petroquímica anual do país.

Os referidos projetos foram colocados em operação após uma série de inaugurações na indústria petroquímica do país, em um momento em que o governo está tomando medidas sérias para a concretização do segundo salto do setor.

Cerca de 17 projetos petroquímicos no valor de cerca de US $ 12 bilhões foram planejados para serem inaugurados em todo o país no ano civil iraniano anterior (encerrado em 20 de março) para realizar o segundo salto da indústria, 12 dos quais foram colocados em operação e o restante foi adiado para ano em curso devido à pandemia de coronavírus.

A indústria petroquímica desempenha um papel crucial na economia não petrolífera do Irã, já que a exportação petroquímica é a segunda maior fonte de receita para o país depois do petróleo bruto. As exportações petroquímicas já constituem quase 33% das exportações não petrolíferas do país.

O Irã tem desenvolvido bastante este setor nos últimos anos, à medida que o desenvolvimento do gigante campo de gás South Pars (o Irã compartilha com o Qatar no Golfo Pérsico) tem fornecido mais matéria-prima para as unidades petroquímicas.

Além disso, os EUA sancionando as exportações de petróleo do Irã encorajou mais desenvolvimento da indústria petroquímica para aumentar as exportações deste setor.

Agora, buscando o segundo e o terceiro salto neste setor, o país pretende aumentar sua capacidade de produção petroquímica anual para 100 milhões de toneladas no atual ano do calendário iraniano (março de 2021 a março de 2022) dos atuais 66 milhões de toneladas.

Embora o salto na produção petroquímica seja uma grande medida para impulsionar as exportações não petrolíferas do Irã, ele também desempenha um papel muito significativo na realização do lema do atual ano do calendário iraniano, que é “Produção: Apoio e Eliminação de Obstáculos”.

O desenvolvimento equilibrado da indústria petroquímica também tem merecido especial interesse nas estratégias da Companhia Petroquímica Nacional (NPC) para o ano em curso, uma vez que o desenvolvimento das indústrias a jusante impedirá a comercialização de matérias-primas e resultará na produção de produtos de maior valor agregado.

Equipamentos domésticos, licenças e conhecimento tecnológico têm sido usados ​​na maioria dos projetos em andamento e concluídos neste setor.