Português Inglês Persa
Hoje é Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020
Irã pronto para retomar as exportações de petróleo para o Egito


Irã pronto para retomar as exportações de petróleo para o Egito

Uma autoridade de petróleo do Irã diz que o pais está pronto para retomar as exportações de petróleo para o Egito, que costumava transportar petróleo iraniano através do Canal de Suez e gasodutos internos antes das sanções de 2012 contra Teerã secá-los.



As autoridades do petróleo egípcios disseram que procuraram o Irã para o retorno ao mercado quando as sanções forem suspensas no início de 2016. O ex-ministro do petróleo Sherif Ismail disse em julho que o Egito não tinha objeções com a importação de petróleo bruto do Irã.

"O Irã não tem restrições na venda de petróleo bruto ou produtos petrolíferos para o Egito", disse na segunda-feira o vice-ministro do Petróleo e presidente da National Iranian Oil Company (NIOC) Roknoddin Javadi.

"No caso de uma proposta formal ser feita, ela será levada em consideração", acrescentou.

Ministro do Petróleo do Egito, Tarek El Molla disse no início deste mês que o seu país poderia aumentar os volumes de petróleo através do oleoduto uma vez que o Irã voltou a níveis de exportação pré-sansão.

Oleoduto da estatal egípcia Petroleum Corp tem 320 km e vai do Mar Vermelho para o porto de Sidi Kerir.

"Eles (Irã) costumavam trabalhar com a gente através de oleodutos. Eles eram usados para armazenar petróleo bruto no terminal de Ain Sukhna e Sidi Kerir," Reuters citou que El Molla disse, à margem de um fórum de investidores do Egito, em Londres.

O retorno do Irã para o mercado "vai aumentar novamente a atividade de consumo", acrescentou.
Diretor de assuntos internacionais da NIOC Mohsen Qamsari disse: "Com a anulação das sanções, os laços de petróleo bruto do Irã com o Egito definitivamente se aprofundarão e mais petróleo bruto será exportado para a Europa através do oleoduto ou pelo Canal de Suez."

Javadi espera que a expansão do comércio de petróleo ajudaria a melhorar as relações políticas entre o Irã e Egito.

As sanções ocidentais impostas ao setor de petróleo do Irã que traziam carregamentos através do oleoduto e do Canal de Suez levaram a uma parada virtual desde 2012, atingindo as receitas do Egito, Ismail teria dito ao Diário Al-Ahram em julho.

Autoridades iranianas planejam bombear um adicional de um milhão de barris por dia de petróleo bruto para as exportações dentro de meses com o abrandamento das sanções ocidentais.