Português Inglês Persa
Hoje é Domingo, 22 de Outubro de 2017
Irã derrota a Argentina na Liga Mundial de Voleibol FIVB 2017


Irã derrota a Argentina na Liga Mundial de Voleibol FIVB 2017

Mohammadjavad Manavinezhad entrou como um sub para o Irã e viveu com as expectativas que o treinador Igor Kolakovic teve com ele. Os fãs de Teerã também ficaram satisfeitos com a vitória por 3-2 (29-27, 25-20, 20-25, 23-25, 15-11) do time da casa sobre a



Manavinezhad estava em chamas marcando 26 pontos para se tornar o melhor marcador da partida. Seu colega de equipe Milad Ebadipour Ghara H. também impressionou com 22 pontos em sua conta, tantos como Cristian Poglajen marcou para a Argentina (incluindo quatro aces).
Esta foi a terceira vitória do Irã sobre a Argentina em três partidas disputadas na história da Liga Mundial. Todos os três terminaram depois de cinco jogos.
O set de abertura começou com o ponto de partida das equipes para o ponto em que a Argentina ganhou uma longa manifestação para chegar a 8-6. A Argentina aumentou a diferença para 16-12 pelo segundo tempo limite técnico. Com duas substituições colocando Manavi e Farhad Salafzoon em jogo, o Irã logo conseguiu diminuir a margem para 18 a 19. O erro de Alexis Gonzalez fez um empate 21-21, acompanhando a emoção da torcida local. Um desafio muito longo perguntado pela equipe iraniana deu uma longa parada à partida, pois os árbitros foram céticos em um ponto muito crítico, o que mais tarde foi aceito. O rali foi apontado para o ponto sem nenhuma equipe disposta a dar uma polegada. Nicolas Bruno brilhou no ataque para a Argentina, enquanto Manavi foi grande na recepção. Finalmente, ele levou seu time a uma vitória de 29-27 no set.
O Irã iniciou o segundo set de forma muito mais brilhante e liderou 8-6 no primeiro tempo limite técnico, depois construiu uma vantagem de quatro pontos em 19-15 e fechou confortavelmente o set em 25-20.
Os serviços surpreendentes de Poglajen continuaram enquanto a Argentina liderava 16-13. Os sul-americanos diminuíram ainda mais os fãs rompendo com uma vantagem de 22-17. Com o excelente aparecimento de Sebastian Sole e Santiago Darraidou, a Argentina fechou o set aos 25-20.
No quarto set, o Irã reviveu suas esperanças enquanto eles tomaram uma vantagem de 8-5 no primeiro tempo técnico. Os argentinos mantiveram a calma em um momento crucial para voltar para um empate 10-10, antes de atacar 20-17 frente com sucessivas tentativas de sucesso por Pablo Crer na rede. A multidão da casa levantou o telhado quando a Argentina chegou ao set point com 24-22, esperando que a ajuda deles se recuperasse, mas o conjunto foi selado de 25 a 23 na Argentina.
A luta continuou no tie-break. O Irã começou bem a tomar uma vantagem de 7-3 e continuou a controlar seus nervos melhor, pois eles terminaram o set aos 15-11 e se alegraram com a vitória.