Português Inglês Persa
Hoje é Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
A autossuficiência do trigo continua


A autossuficiência do trigo continua

O vice-ministro da Agricultura, ao relatar exportações de 250 mil toneladas de trigo e farinha, disse que o Irã permanecerá auto suficiente na produção e exportação de trigo.



"As licenças necessárias foram emitidas para as exportações de três milhões de toneladas de trigo e seus produtos", disse Ali Ghanbari, acrescentando que "as negociações relevantes estão em andamento com os estados vizinhos e regionais, bem como com vários compradores estão comprando trigo e farinha iranianos".
O funcionário disse que um contrato tinha sido firmado para exportar 250 mil toneladas dos produtos através do mercado de ações dizendo que "os acordos finais foram alcançados e um acordo foi selado."
Ele nomeou o Iraque, a Índia e Omã como destinos do trigo vendido através do mercado de ações.
O vice-ministro da Agricultura do Irã também informou sobre conversações com o Iraque sobre exportações de cerca de 600 mil toneladas de trigo, explicando que o lado iraquiano fez a proposta de comprar trigo iraniano.
Ghanbari, ao mesmo tempo que aponta para a alta demanda pelo produto iraniano, disse que não existem limitações a este respeito que oferece uma excelente oportunidade para o país no que diz respeito às exportações do produto agrícola.
Em uma tentativa de esclarecer os argumentos levantados de que os preços globais do trigo são mais baixos do que os domésticos, o funcionário observou que "todos os países do mundo apóiam sua agricultura; Trigo marca um produto estratégico que nós não poupamos nenhum esforço para fornecer aos agricultores a assistência necessária para realizar políticas de Economia de Resistência ".
Em vista das condições atuais, Ghabanri esperava observar a continuação da autosuficiência na produção e exportação de trigo dentro do país.
Ele ainda estimou que aproximadamente 13 a 14 milhões de toneladas de trigo serão produzidas no presente ano iraniano, 11 milhões de toneladas das quais serão compradas pela Government Trading Corporation do Irã.