Português Inglês Persa
Hoje é Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
A produção na camada de pré-sal supera o pós-sal pela primeira vez


A produção na camada de pré-sal supera o pós-sal pela primeira vez

Os dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que a produção de petróleo e gás em águas profundas correspondeu a 50,7% da exploração total do Brasil



Pela primeira vez, a produção de petróleo e gás na camada pré-sal brasileira superou em mais de metade o que foi produzido na exploração pós-sal. Em dezembro, a produção de petróleo natural e gás natural atingiu 1,685 milhões de barris em equivalente de petróleo, o que corresponde a 50,7% da produção total do Brasil. Os dados foram fornecidos pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
Este resultado ocorre no momento em que o país está começando a continuar a perfuração de novos poços na camada de pré-sal, em vista de novos leilões na área. Em outubro do ano passado, o Brasil subiu oito blocos em águas profundas, atraindo o interesse de gigantes do setor, o que resultou no aumento de R $ 6,15 bilhões para os cofres públicos.
No resultado consolidado do ano passado, a ANP informou que a produção de petróleo no pós-sal, bem como a camada de pré-sal, chegou a 967 milhões de barris, o que significa que houve aumento de 4% em relação a 2016. No caso de gás natural, o aumento foi de 6%, com uma produção de 40 bilhões de metros cúbicos de matéria-prima.