Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 23 de Setembro de 2017
Centro comercial desmorona em Teerã depois de uma grande explosão


Centro comercial desmorona em Teerã depois de uma grande explosão

Um incêndio provocado por uma explosão na quinta-feira em um mega centro comercial no centro de Teerã, a área mais populosa da cidade, trouxe todo o edifício de 17 andares a baixo.



Trinta bombeiros perderam a vida, segundo a IRIB. Espera-se que o número de mortos aumente. Estima-se que mais de 100 pessoas tenham ficado presas sob escombros.
Outros fontes disseram que um repórter e um fotógrafo também perderam suas vidas.
Setenta pessoas foram levadas para o hospital, de acordo com os últimos relatórios.
"O fogo estava sob controle até que parte do edifício entrou em colapso, injetando mais oxigênio no espaço", disse um porta-voz da organização de combate a incêndios de Teerã.
Mais de 2.000 bombeiros voluntariamente anunciaram a preparação para se juntar à missão.
Segundo notícias, um caminhão de gás foi acionado, provavelmente para aumentar a temperatura na área, de acordo com a nova agência Mizan.
Multidões de pessoas fizeram uma difícil operação de resgate.
O fogo no Centro Comercial Plasko, perto da Praça Ferdowsi, começou no 8º e 9º andares às 7:30 da manhã e rapidamente tomou outros andares devido a material inflamatório.
Mais de 200 bombeiros foram chamados para combater o incêndio, alguns ficaram presos dentro do edifício quando este desmoronou.
Os esforços iniciais não conseguiram controlar as chamas.
Ambulâncias estavam por perto e as buscas por aqueles que ficaram presos dentro do edifício começaram.
A polícia isolou uma área ao redor do local, alertando que o vazamento de gás poderia causar mais incêndios.
O prefeito de Teerã, Mohammad Baqer Qalibaf, um potencial candidato presidencial para a eleição de 2017, chegou ao local.
Embaixadas da Rússia, Inglaterra, Turquia e Alemanha estão muito próximas da área atingida.
As embaixadas foram evacuadas e os funcionários estão seguros, de acordo com um oficial de segurança.
Unidades do Exército foram enviadas para a área.
O edifício de 53 anos de idade era um dos mais antigos centros comerciais em Teerã, lar de centenas de boutiques.