Português Inglês Persa
Hoje é Domingo, 23 de Setembro de 2018
Embraer aguarda aprovação dos EUA para vendas de avião ao Irã


Embraer aguarda aprovação dos EUA para vendas de avião ao Irã

A fabricante regional de jatos do Brasil, Embraer, diz que ainda está aguardando a aprovação pelo Departamento do Tesouro dos EUA para venda de aeronaves para o Irã.



A empresa foi citada pela mídia dizendo que permaneceu "ativa e otimista" com relação aos planos de vender aviões para a República Islâmica.
Ele acrescentou que fornecer os fundos necessários para as vendas planejadas para o Irã não era tanto o problema quanto a obtenção de licenças do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) do Tesouro dos EUA, informou o site de notícias da Semana da Aviação .
O Irã em fevereiro de 2016 confirmou que havia encomendado 50 aviões da brasileira Embraer, o terceiro maior fabricante de aeronaves comerciais do mundo.
A confirmação foi feita por Mohammad Bagher Nobakht, porta-voz do governo do país, que enfatizou que o acordo com a Embraer será um contrato de compra e venda.
Informamos depois que a empresa brasileira estava considerando um plano para vender seus jatos E-195 para o Irã através de um acordo que valeria acima de US $ 1 bilhão.
A empresa precisa de uma licença OFAC para a venda ao Irã da tecnologia de motores a jato sensível em seus aviões.
As vendas de aviões da Embraer para o Irã foram efetuadas em negociações comerciais entre a República Islâmica e o Brasil durante uma visita a Teerã pelo Ministro do Comércio, Armando Monteiro.
Duas principais operadoras iranianas - ATA e Kish Air - já anunciaram planos para comprar aviões da empresa brasileira.
Além de vender aviões, o ministro Monteiro também discutiu vendas potenciais de táxis, ônibus e caminhões com autoridades iranianas durante sua visita a Teerã, informou a mídia.