Português Inglês Persa
Hoje é Domingo, 5 de Abril de 2020
Enviado vê o Irã como principal parceiro comercial do Brasil


Enviado vê o Irã como principal parceiro comercial do Brasil

O Irã é um aliado estratégico do Brasil no comércio e na economia, disse o embaixador brasileiro no Irã Rodrigo de Azeredo Santos.



Falando em uma reunião com o Chefe do Grupo de Amizade Parlamentar Irã-Brasil Abdolreza Azizi em Teerã na segunda-feira, o embaixador notou que as relações comerciais entre o Irã e o Brasil nunca foram rebaixadas, informou a Agência de Notícias Fars.
O enviado brasileiro descreveu o Irã como um país influente na região e expressou seu prazer sobre o crescimento nas trocas econômicas e comerciais entre os dois países.
"A cooperação econômica e o investimento conjunto, particularmente nos setores de agricultura e comércio do Irã, são importantes para nós e estamos interessados em ampliar a cooperação nos campos econômico e agrícola", acrescentou Azeredo Santos.
Azizi avaliou as relações econômicas e comerciais Irã-Brasil como positivas e disse: "Os dois países têm capacidades adequadas nos campos da economia e do comércio, que devem ser usados para aumentar a cooperação de acordo com os interesses nacionais".
O legislador lembrou que o Brasil está entre os países que não abandonaram suas trocas comerciais com o Irã mesmo durante a era das sanções e que manterá a interação comercial com o Irã com base em suas políticas domésticas.
Em comentários relevantes em fevereiro, o embaixador do Irã no Brasil, Ali Saqaian, anunciou a disposição do seu país de expandir ainda mais os laços econômicos e científicos e a cooperação com o Brasil.
Saqaian fez as declarações em uma reunião com o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Marcos Galvão, durante a qual enviou uma cópia de suas credenciais.
Referindo-se à história das relações amistosas entre o Irã e o Brasil, ele sublinhou a necessidade de aproveitar a atmosfera internacional criada após a implementação do marco nuclear do acordo entre o Irã e as seis grandes potências.
Saqaian ressaltou que a promoção dos laços econômicos Irã-Brasil é uma das prioridades de sua missão.
Espera que, considerando o potencial das duas partes em áreas como a ciência e tecnologias avançadas, a nanotecnologia e a biotecnologia, os dois países possam desenvolver relações económicas, comerciais e industriais.