Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 23 de Setembro de 2017
Irã aumenta as exportações de pesca em 60 por cento


Irã aumenta as exportações de pesca em 60 por cento

O Irã aumentou consideravelmente as exportações de seus produtos de pesca nos últimos meses, anunciou Salehi.



"As exportações de produtos de pesca iranianos aumentaram 60% nos últimos quatro meses", disse o presidente da Organização das Pescas do Irã, Hassan Salehi.
Salehi reiterou que o Irã exportou US $ 412 milhões de produtos pesqueiros para vários países no referido período.
"Nós também vimos um declínio na importação de produtos marinhos em 30%", acrescentou ele.
Disse que o Irã possui cerca de um por cento da população mundial, enquanto o país produz mais de 1,90 milhão de toneladas de espécies aquáticas e de peixes no país.
Em observações relevantes no início de agosto, Salehi anunciou que o Irã ficou em primeiro lugar no mundo na produção de trutas e esturjões.
"Ao longo do anterior ano civil iraniano (encerrado em 20 de março), o Irã deu um passo importante no setor de pesca, realizando uma produção de quase 1,1 milhão de toneladas de espécies aquáticas", acrescentou.
Salehi reiterou que, da produção global, 54% referiam-se à pesca no mar e, principalmente, às águas livres, enquanto os 46% restantes resultaram dos produtos da pesca, dado o país a posição de destaque a este respeito.
Ele disse que o país ganhou uma boa posição na indústria no ano passado, com exportações de 120 mil toneladas de produtos da pesca e receita de US $ 412 milhões.
"Mais de 400 centros de processamento estão atualmente ativos em vários setores da pesca, como conservas, produção de pó e embalagens, dando lugar a criação de 220 mil empregos diretos", acrescentou Salehi.
Ele sublinhou que o Plano Conjunto de Ação (JCPOA) desempenhou um papel importante na indústria da pesca iraniana e disse: "A Rússia restringiu as importações da Europa e dos EUA em retaliação por suas sanções, criando um mercado inestimável para produtos iranianos".
O funcionário reiterou que o Irã ainda precisa trabalhar no estabelecimento de infra-estrutura adequada para atender às demandas de compradores estrangeiros como a Rússia e disse: "Hoje, os russos estão demandando 100 mil toneladas de produtos da pesca iranianos, especialmente os camarões".
Hassan Salehi sublinhou ainda que o Irã tem um baixo consumo per capita de cerca de 10 quilogramas, enquanto a média global é de 20 kg; "em uma tentativa de aumentar a saúde das pessoas, o atual consumo per capita precisa aumentar com a produção de produtos processados".