Português Inglês Persa
Hoje é Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019
Irã diz que Índia quer se juntar a ligação ferroviária Europa


Irã diz que Índia quer se juntar a ligação ferroviária Europa

O Irã diz que a Índia manifestou interesse em aderir a um projeto ambicioso para estabelecer um corredor de trânsito multimodal que começa em um porto chave no sul iraniano e passa por vários estados da Ásia Central antes de atingir a Europa através do ma



O anúncio foi feito pelo Davoud Keshavarzian, vice-ministro do Irã para Estradas e Desenvolvimento Urbano e o diretor de manutenção de estradas do país e Organização de Transportes.
Keshavarzian acrescentou que a Geórgia - um estado chave que seria a sede do corredor Irã-Europa, previsto - também foi chamado para acelerar os esforços para tirar participar do projeto.
O governante falava em uma reunião com Rosalia Dimitrova, o diretor da Agência Nacional das Alfândegas da Bulgária.
Ele ainda acrescentou que o projeto de acordo para a criação do corredor havia sido preparado e submetido aos Estados membros.
Keshavarzian enfatizou que os Estados membros do corredor em breve realizarão uma reunião a nível de peritos para discutir os aspectos técnicos do projeto. Isto será seguido por uma reunião ministerial em que o acordo final para o projeto será assinado, acrescentou.
O corredor iria começar no porto de Bandar Abbas iraniano e iria passar pelo Azerbaijão, Armênia e Geórgia.
Na Geórgia, ele irá levar a portos de Batumi e Poti do país de onde as mercadorias, serão enviadas para os portos da Bulgária e da Roménia e daí para o resto da Europa.
O Irã também está no coração de um outro corredor de trânsito combinado projetado o denomeado Norte-Sul Transit Corridor (NTSC), que foi iniciado pela Rússia.
O NTSC já é visto como um rival para o Canal de Suez do ponto de vista da ligação que forneceria entre o Norte da Europa e sul da Ásia.
Ele vai começar a partir da Rússia - St Petersburg e vai através do Azerbaijão, bem como do Irã antes de chegar Bandar Abbas e, eventualmente, Mumbai na Índia por mar.