Português Inglês Persa
Hoje é Quarta-Feira, 18 de Julho de 2018
Irã e China assinam contrato para eletrificar a ferrovia de Tehran-Mashhad


Irã e China assinam contrato para eletrificar a ferrovia de Tehran-Mashhad

Um contrato foi assinado entre o Irã e a China para fornecer os financiamentos necessários para o projeto de eletrificação da ferrovia Tehran-Mashhad.



O contrato de financiamento de US$1,5 bilhões para eletrificação da ferrovia Tehran-Mashhad foi assinado na presença do vice-presidente do Exim Bank (Exportação-Importação de Bancos da China) da China, Embaixador da China em Teerã Pang Sen, Ministro iraniano de Assuntos Internacionais no Ministério de estrada e desenvolvimento urbano Asghar Fakhrieh Kashani, Presidente da Ferrovias da República Islâmica do Irã, Saeed Mohammadzadeh, Vice-presidente do Banco Central do Irã (CBI) para Assuntos de Câmbio Gholamali Kamyab, bem como Ali-Ashraf Afkhami, Presidente do Conselho de Administração e diretor do Bank of Industry e Mine como o órgão garantidor do acordo.
O acordo marca o primeiro contrato de financiamento assinado nos últimos um ano e meio no Irã.
Tehran-Mashhad, a linha ferroviária mais frequentada do Irã é uma das poucas linhas de dupla faixa do país, com 926 km de comprimento e 50 estações começam em Teerã e termina em Mashhad no nordeste do Irã depois de passar pelas principais cidades de Garmsar, Semnan, Damghan, Shahroud e Neishabour.
Atualmente, a velocidade máxima possível nesta rota é de 160 Km/h, que será aumentada para 200 km/h após o projeto de eletrificação estar completo. Com base em previsões, a ferrovia transportará anualmente 33 milhões de passageiros e 10 milhões de toneladas de carga até 2032. Essa carga de passageiros e frete colocará a ferrovia Tehran-Mashhad na lista das dez principais linhas ferroviárias mais comutadas do mundo.