Português Inglês Persa
Hoje é Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
Petrolífera de propriedade israelita é condenada a pagar Iran $ 1,2 bilhões após perder apelo


Petrolífera de propriedade israelita é condenada a pagar Iran $ 1,2 bilhões após perder apelo

Uma empresa petrolífera de propriedade israelita foi condenada por um tribunal de arbitragem na Suíça para pagar o Irã USD 1,2 bilhões em receitas de petróleo fornecido a Israel antes da Revolução Islâmica de 1979.



O Supremo Tribunal da Suíça em Lausanne ordenou a empresa israelense, o Trans-asiática Oil Ltd., ou TAO, a pagar o dinheiro para a Companhia Nacional Iraniana de Petróleo (NIOC), o site do diário israelita Haaretz informou na segunda-feira.
De acordo com o tribunal suíço, as sanções foram levantadas contra a NIOC, e agora não há obstáculo legal na forma de transferir o pagamento longamente atrasado.
A empresa israelense também tem que pagar cerca de US $ 200.000 em despesas judiciais.
TAO tinha uma parceria com a National Iranian Oil Company sob último monarca do Irã, Mohammad Reza Pahlavi, deposto na Revolução Islâmica de 1979. A empresa israelense operava uma frota de navios-tanque para transporte de petróleo iraniano para clientes europeus.
A parceria acabou em 1979, mas a empresa israelense se recusou a pagar pelo petróleo iraniano já vendidos a terceiros.
A República Islâmica, que não reconhece o regime de Israel, lançou o processo de arbitragem para obter o dinheiro para o óleo que tinha sido fornecido a crédito sob o monarca iraniano deposto.
A soma total em disputa é estimada em cerca de US $ 7 bilhões.
O tribunal na Suíça havia decidido em 2015 que Israel deveria pagar o Irã, mas o regime de Tel Aviv tinha apelado.
Uma série de sanções contra empresas iranianas e indivíduos foi levantada no âmbito do acordo nuclear com o Irã assinado com as seis potências mundiais em 2015.

http://www.presstv.ir/