Português Inglês Persa
Hoje é Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Porto de Chabahar - uma porta de entrada para a prosperidade no sudeste do Irã


Porto de Chabahar - uma porta de entrada para a prosperidade no sudeste do Irã

O Irã permitiu que a Índia cooperasse no estratégico porto de Chabahar, para chegar aos mercados do Afeganistão e da Ásia Central.



Situada na província do Sistão-Baluchistão, no Irã, sua localização estratégica tornou-a um ponto focal para a expansão do país.
Agora, com a ajuda das nações vizinhas, o porto parece estar no caminho para atingir seu verdadeiro potencial.
Em maio de 2016, a Índia assinou um acordo para desenvolver dois berços no porto de Chabahar, como parte de um pacto trilateral com o Afeganistão e o Irã.
Em troca, os portos ao longo da costa ocidental da Índia estarão ligados a Chabahar, proporcionando uma porta de entrada para os bens indianos e permitindo que eles passem pelo Irã até o Afeganistão e além.
Avançando para 2018, a primeira expansão do porto foi inaugurada. O Irã alugou o controle operacional da Shahid Beheshti - a primeira fase concluída do porto - para a Índia por 18 meses.
À medida que o porto progride para aumentar ainda mais sua capacidade, os meios de comunicação e autoridades governamentais indianas destacaram consistentemente os benefícios do projeto para conectividade e relações internacionais.
Situado fora do Estreito de Ormuz, o Porto de Chabahar está a salvo de tentativas de poder hostil para bloquear o comércio através desta rota.
Ele também fornece ao Irã acesso direto ao Oceano Índico, uma das rotas de comércio marítimo de maior tráfego do mundo.
O desenvolvimento de Chabahar permitirá ao Irã receber navios maiores, além de impulsionar o emprego e fortalecer a economia iraniana.
"A localização do porto torna atraente para o setor marítimo [porque] você não tem muitos portos de água quente no extremo norte do Oceano Índico", disse Michael Kugelman, vice-diretor do Programa Ásia na Washington Woodrow Wilson Center