Português Inglês Persa
Hoje é Segunda-Feira, 30 de Março de 2020
Rússia faz proposta para projeto de eletrificação ferroviária do Irã


Rússia faz proposta para projeto de eletrificação ferroviária do Irã

A Rússia anunciou que fez proposta para eletrificar uma ferrovia principal que conecta a capital iraniana Teerã com a cidade de Tabriz, no noroeste.



O primeiro vice-presidente da operadora das Ferrovias russas, Alexander Misharin, disse a repórteres em Sochi que apresentou a proposta em uma reunião com o presidente da República Islâmica do Irã Railways (RAI) Saeed Mohammadzadeh.
"Estamos discutindo os seguintes segmentos de eletrificação: Tehran -Tabriz, cerca de 600 quilômetros", disse Misharin, segundo a agência de notícias russa TASS.
Acordos apropriados devem ser feitos este ano, acrescentou.
Rússia e Irã assinaram um acordo de 1,2 mil milhões de euros em novembro de 2015 para eletrificar uma linha de trem que conectaria o centro-norte do Irã com a fronteira nordeste com o Turquemenistão.
O acordo entre as estradas de ferro russas e as Estradas de ferro da República Islâmica do Irã (RAI) prevê a construção de centrais elétricas e linhas de energia aérea ao longo da rota Garmsar-Sari-Gorgan-Inche Burun no Irã.
A linha de trem, entre as primeiras no Irã com uma história de 80 anos, se estende ao Turquemenistão e ao Cazaquistão e liga a Ásia Central ao Golfo Pérsico e além.
Em uma frente relacionada, outros funcionários da Russian Railways disseram que a empresa iniciaria o projeto em 2018, acrescentou o relatório da TASS.
O projeto abrangerá 32 estações e 95 túneis, 7 subestações de tração, 11 pilares de seção, 6 postos de serviço da estação de contato e o edifício de administração de energia elétrica. De acordo com estimativas preliminares, o projeto será implementado em 36 meses.
A Rússia financiará o projeto como parte de sua linha de crédito de US $ 5 bilhões para projetos de infraestrutura no Irã. O credor do Estado russo, Vnesheconombank, concederá outro empréstimo de exportação de 2 bilhões de euros à República Islâmica.