Português Inglês Persa
Hoje é Sábado, 18 de Janeiro de 2020
Teerã e Moscou isentam de vistos grupos de turistas


Teerã e Moscou isentam de vistos grupos de turistas

O Irã e a Rússia assinaram um acordo de isenção de vistos grupos de turistas, já que os dois países estão adotando medidas para ampliar os laços bilaterais de turismo.



O presidente iraniano, Hassan Rouhani, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, assinaram o acordo em Moscou em 28 de março. Eles também ordenaram que as autoridades relevantes trabalhem para facilitar o regime de vistos para todos os cidadãos iranianos e russos que desejam visitar os dois países.
Os dois presidentes também emitiram uma declaração conjunta, descrevendo um roteiro para o futuro status de suas relações bilaterais e cooperação no cenário regional e internacional.
A declaração diz que os países assinaram memorandos de entendimento sobre áreas como energia nuclear, exploração e produção de petróleo, eletricidade, transporte ferroviário e desenvolvimento urbano.
"Baseado no acordo grupos de turismo de 5 a 50 pessoas indo para a Rússia a partir do Irã ou vice-versa será concedida uma estadia isenta de vistos de até 15 dias", Sputnik relatou.
Maya Lomidze, diretor executivo da Associação de Operadores Turísticas da Rússia, disse ao Sputnik que o acordo de vistos pode aumentar significativamente os fluxos turísticos entre os dois países, assim como aconteceu quando um acordo semelhante foi assinado entre a Rússia e a China. O fluxo de turistas iranianos para a Rússia aumentou 50 a 70% após a operação de vôos diretos que conecta o Irã a São Petersburgo, Moscou e Sochi, disse ela.
Durante a quinta sessão da comissão sobre cooperação consular entre a Rússia e o Irã, em novembro passado, os dois países chegaram a um acordo para dispensar vistos para grupos de turistas de 5 a 50 pessoas por até 15 dias.
Em dezembro passado, o embaixador de Teerã em Moscou disse que as interações Irã-Rússia no setor do turismo levaram a um aumento acentuado do número de visitas aos dois países nos últimos dois anos.