Português Inglês Persa
Hoje é Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
Venha conosco ao Irã - 46 - Província do Azerbaijão Ocidental – Urumieh


Venha conosco ao Irã - 46 - Província do Azerbaijão Ocidental – Urumieh

No post anterior, tínhamos conhecido a cidade de Urumieh, capital da província de Azerbaijão Ocidental, que está situada junto ao lago do mesmo nome (Urumieh), o qual é o segundo lago de água salgada do mundo e uma das mais visíveis atrações turísticas da



A UNESCO escolheu este lago como uma das fontes naturais do meio ambiente no mundo. Pela importância do lago de Urumieh, dedicaremos o programa de hoje a esta maravilha.
O lago de Urumieh, localizado ao noroeste do país persa, é o maior lago nacional do Irã. Com uma superfície de 5 700 km2, uma longitude de 120 a 140 km e seu ponto mais largo atinge entre 15 a 50 km., ademais, a média de sua profundidade é de 5 metros. Devido às belezas naturais da costa e das ilhas e, também pelas boas condições naturais é um lugar apropriado onde vivem, permanente ou parcialmente, raras aves do mundo. Por isso, o lago tem sido declarado pela UNESCO como umas das fontes naturais do mundo.
A cidade de Urumieh tem uma das maiores minas do mundo e contém 8 milhões metros cúbicos e diferentes tipos de sal.
Mais de centenas de pequenas e grandes ilhas encontram-se dentro do lago. As Ilhas Isalami (Islâmicas) habitadas, estão Quyun-daqi, Espier, Ashk e A-rezu, entre outras.
Desde as alturas das montanhas escorrem águas dos rios até o lago, Talje-Rud (Ayi-Chai), Sufi-Chai, Zarineh-Rud, Simineh-Rud, Shari-Chai, Mahabad-Rud, e Nazlo-Chai.
O motivo de que o água do lago seja salgada é pela existência de estruturas de cúpulas salinas na parte norte do lago e, também, pela entrada de uma enorme quantidade de minerais através do rio Ayi-Chai (Talje-Rud). A densidade da água é alta, pela qual varia em diferentes pontos e segundo as estações do ano, mas a média de sua densidade é de 300 gramas por litro.
A densidade do lago, que é mais do que o normal, evita que se congele na superfície da água. Esta é uma das características que atrai no inverno às aves aquáticas migratórias. E apesar de ter um clima muito frio, à região está sempre prestigiada pela existência de lindas aves.
No verão, o lago de Urumieh é uma boa piscina para os nadadores locais e de outras cidades. As águas minerais do lago atraem aos pacientes que sofrem de reumatismo ou outras doenças de pele e também as doenças neurológicas que aproveitam de suas propriedades para o tratamento.
O salinidade da água evitam a presença de peixes ou outros acuáticos neste lago. Mas, segundo os estudos, existe uma espécie de Zoo-plantações pequenos chamados Artemia que existem no lago e se alimentam de uma espécie de musgos de cor verde que crescem no lago. A Artemia é um dos crustáceos mais nutritivos que vivem em águas muito salgadas e, são importantíssimas para alimentar a outras espécies acuáticas como langostinos, peixes e aves. As Artemias são conhecidas, por sua cor dourada, como o ouro do lago de Urumieh.
Nas águas do lago de Urumieh também se encontram umas centenas de ilhas, em maior medida rochas e pedras, onde existem diferentes espécies de plantas e animais. A seguir, neste programa, faremos um passeio pela natureza formosa do Parque Nacional de Urumieh.
A Ilha Isalami (Islâmicas), é uma das maiores que se encontra no lago, pela qual, às vezes, se converte em um arquipélago. Com uma superfície de 25.000 hectares, é a única ilha habitada. O arquipélago conta com fontes de água doce. As famílias que estão alojadas nesta ilha dedicam-se em maior parte à agricultura e a pecuária e utilizam a água doce das fontes. O castelo Holaku-jan está localizado no cume da mais alta montanha da ilha, onde estão enterrados os corpos dos reis mongoles. No século VII da hégira, Holaku, fundador da dinastía mongol Ilcanato, ordenou reconstruir o castelo, onde guardavam as jóias e os troféus conseguidos de saques em Bagdá e outros territórios islâmicos. E, finalmente, segundo os documentos históricos, este castelo converteu-se na tumba de Holaku-jan, por isso, em persa chamam ao castelo como Gur Qaleh (o castelo túmulo).
A ilha de Kabudan (Qawillon-daqi) também é uma das maiores ilhas,mas são não habitadas no lago de Urumieh que conta com 3200 hectares de superfície e, desde o ponto de vista ambiental, é um dos mais importantes habitat da fauna nesta região. O ponto mais alto da ilha com uma altura de 310 metros. Na ilha também vivem diversas espécies de animais selvagens tais como carneiros, ovelhas e inclusive leopardos. A flora da Ilha Kabudan inclui pequenas árvores de amêndoas, zimbro entre outros, tudo sobre um fundo de ervas. Na parte norte do lago da ilha está localizada a Ilha A-rezu (Ilha de Desejo) e no oeste localiza-se a Ilha de Espiro.
A Ilha de Ashk (Ashk Daqi) é triangular com uma superfície de 2500 hectares e, o ponto mais alto da ilha chega aos 1560 metros sobre o nível do mar. A ilha de água doce, pradeiras e bosques. No inverno, levam se os rebanhos desde a cidade de Urumieh para pastorear. A água doce e a rica fauna da ilha têm criado uma boa situação para a alimentação do veado amarelo do Irã e, por isso, tem sido escolhida como um ecossistema natural para os veados. A característica mais destacada dos veados amarelos da Ilha de Ashk que vem mantendo seu caráter silvestre, enquanto os veados de outras regiões se acostumaram aos homens, devido à alimentação que lhes oferecem e, desta forma, perderam o caráter selvagem.
A ilha de Espiro também se encontra na parte norte de Ashk e tem o formato de um peixe. A ilha tem uma superfície de 1250 hectares e, seu ponto mais alto atinge uma altura de 1500 metros sobre o nível do mar. Na ilha não se encontra nenhum tipo de árvores ou plantas e, é de cor branca devido à existência de cal. Ademais, na primavera, as aves aquáticas põem seus ovos em diferentes partes da ilha.
O lago de Urumieh converte-se, em diferentes estações do ano, em uma das maiores zonas onde abrigam certas aves que põe seus ovos. O sobrevoo de grupo de flamencos, pelicanos, e outras aves sobre o lago de Urumieh é uma as atrações naturais do Irã. O lago transforma-se totalmente no outono e no inverno. A superfície das águas azuis na primavera e no verão encontram-se muito serena, mas a serenidade não dura muito, já que as aves imigrantes aquáticas chegam procedentes de terras frias do norte para fazer morada e passar o inverno no lago de Urumieh. O lago é o habitat e o local onde se alimentam muitas aves em todas as estações do ano. Além da superfície do lago e suas ilhas, nas margens ao sul, encontram-se também muitos estanque naturais de águas doces, os quais se enchem de águas das fontes e os rios, onde residem outro grupo de aves tais como gansos de pé cinza, de cabeça verde, de bico largo, patos de cabeça de cor bege e de cor branca. Mas o que nos deixa triste é que, nos últimos anos, pela falta de chuva e também pelo aumento da temperatura, tem diminuído grande quantidade de água na superfície do lago de Urumieh. E como uma zona importante para manter o ecossistema da região, os responsáveis têm tomado medidas para alimentar a água do lago.
O Parque Nacional de Urumieh, com características que temos mostrado, é uma bela imagem da natureza e alucinante que os turistas não perdem a oportunidade de visitar.