Português Inglês Persa
Hoje é Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018
Zarif se reúne com presidente do Brasil e pede moedas nacionais em laços comerciais


Zarif se reúne com presidente do Brasil e pede moedas nacionais em laços comerciais

O chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, que está em uma turnê pela América Latina, conversou com o presidente do Brasil, Michel Temer.



Durante a reunião, Zarif disse que os impedimentos às relações bancárias devem ser removidos.
Zarif também disse que os dois países deveriam usar suas próprias moedas nacionais em interação econômica, cooperar na indústria petrolífera e implementar projetos nas áreas de nanotecnologia, biotecnologia e aeroespacial.
Ele disse que Teerã saúda o investimento do Brasil na indústria de gás e petróleo do Irã.
Zarif também pediu a continuação do diálogo político e consulta entre os dois países.
Por sua vez, o presidente Temer disse que o Brasil está interessado em ampliar as relações com o Irã e pediu a troca de delegações entre os dois países.
Ele pediu expansão da cooperação na indústria do petróleo.
O chanceler iraniano se encontrou separadamente com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes.
No encontro com seu colega brasileiro, Zarif pediu novamente a facilitação de laços bancários.
Os funcionários discutiram a expansão das relações em várias esferas.
Durante seu discurso em uma conferência conjunta Irã-Brasil, Zarif disse que os dois países estão determinados a expandir a interação econômica.
Ele observou que os dois países têm muitas capacidades para expandir os laços em várias áreas.
O Brasil, o quinto maior país do mundo, com mais de 200 milhões de habitantes, é membro do BRICS, que também inclui Rússia, Índia, China e África do Sul.
É uma economia emergente com alta tecnologia. Por exemplo, a Embraer está na vanguarda da tecnologia global de aviação. De acordo com o WIP (World Intellectual Property Organization), o pioneirismo e o compromisso com a inovação e a excelência da Embraer permitiram que ela se tornasse um dos principais fabricantes de aeronaves do mundo, construindo jatos para os mercados comercial e militar.