Português Inglês Persa
Hoje é Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
Venha conosco ao Irã - 49 - província de Ardebil


Venha conosco ao Irã - 49 - província de Ardebil

Nossos cumprimentos a todos estimados leitores e interessados na série Venha conosco ao Irã. Nos posts anteriores, havíamos dito que no noroeste do Irã, se encontra um território fértil chamado Azerbaijão e que esta região está dividida em três províncias



Já lhes apresentamos, duas províncias: Azerbaijão Oriental e Azerbaijão Ocidental. No post de hoje iremos levar ao conhecimento de todos vocês a província de Ardebil. Espero que nos acompanhem em mais uma viagem virtual.
A província de Ardebil, com uma superfície superior a 18.000 quilômetros quadrados, está localizada no noroeste do Irã e junto à alta montanha de Sabalan e, delimita-se desde o norte e nordeste com a República de Azerbaijão, desde leste e sudeste com a província de Quilan, ao oeste com a província de Azerbaijão Oriental e ao o sul limita-se com a província de Zanjan.
A província de Ardebil, devido a natureza, sua história, situação social e cultural é uma das mais importantes zonas do Irã. Pela exclusiva situação geológica e topográfica desta área se criou um formoso panorama natural que vem aumentado a riqueza natural desta região. A montanha gloriosa de Sabalan e seu pico vulcânico, as fontes de água quente e os numerosos pequenos lagos naturais são as mais impressionantes atrações naturais nesta parte do território iraniano.
A corrente montanhosa de Sabalan, que na linguagem local é chamada Sawalan, consiste em múltiplas montanhas, seu pico mais alto denominado Soltan Sabalan que atinge a 4.811 metros. Sabalan é um dos picos mais altos no Irã e junto a um lago belo na montanha, lhe fizeram um lugar exclusivo entre as montanhas do Irã. Os grandes glaciares naturais que têm rodeado a montanha, sobretudo, as fontes de água termais, as montanhas que tem mais de 4.000 metros, tais como Heram-Daq, Kasre-Daq, Ilgar, Qezel-Daq e Qusha lhe deram uma boa vista a corrente montanhosa de Sabalan.
A montanha de Sabalan é um dos importantes estanque dos rios das províncias de Ardebil e Azerbaijão Oriental. As cordilheiras nortistas da montanha estendem-se até a vale dos rios de Qarah-Su e Ahar-Chay e, por outro lado, as cordilheiras ao sul estendem-se até os rios de Talkhe-rud (Ayi-Chay). Pois, Sabalan abastece a maior parte das águas dos rios Ara e o lago de Urumihe. As numerosas fontes de água fria e quente nas paraderas de Sabalan que estão dispersa de cor negra e verde, que têm dado uma vista preciosa a esta zona. O nome da província de Ardebil está associado com o nome dos nómades de Shahsawan (Ilsawan), as quais durante muitos anos de sua existência nas encostas de Sabalan, já se acostumaram desde a muitos anos ao ar frio e morno da zona verde e a montanha de Sabalan, igual que uma torre alta, a montanha de Sabalan, observa a tentativa dos nómades que imigram continuamente desde ao sul até o norte e vice-versa e que continuam sua singela vida.
A existência dos múltiplos recursos naturais, tais como os lagos, as fontes de água quente, bosques, e diferentes lugares para apreciar, atraem anualmente, sobretudo no verão os turistas de diferentes partes do Irã e inclusive de outros países do mundo para desfrutar das bênçãos naturais desta região.
A província de Ardebil é uma das importantes regiões agrícolas do Irã. Os produtos mais importantes incluem o trigo, a cevada, leguminosas e os diferentes tipos de grãos (entre eles a soja), e também os diferentes tipos de frutas. O grande complexo de cultivo-industrial de Moqan que está localizado nesta região deu muita importância à província de Ardebil.
Uma das características desta província é a boa situação geográfica nesta área para a pecuária. As múltiplas encostas nas laterais da montanha de Sabalan são ótimos lugares para criar animais de granja e produzir carnes e com boas produções de proteínas. A apicultura e a produção do mel e a criação de peixes são outros dos trabalhos dos povos desta região.
A província de Ardebil por seu antecedente histórico, é uma das mais importantes regiões culturais e históricas da República Islâmica do Irã. As dezenas e valiosas obras históricas que estão ligadas a Ardebil de hoje as luminosas épocas islâmicas e pré-islâmicas. Segundo os historiadores, e os antecedentes de vida humana nesta zona a mais de 4.000 anos a.C.
Junto aos os recursos naturais, também se encontram nesta região os monumentos históricos, tais como o mausoléu do Sheikh (Xeque) Safi al-din Ardebili, que inclui numerosos monumentos de diferentes épocas. As antigas colinas e os banhos, os grandes monumentos, os mausoléus dos célebres são lugares muito conhecidos da província de Ardebil, e junto com os artesanatos e as atrações sociais e culturais deram-lhe uma boa visão a esta região.
Os artesanatos da província de Ardebil classificam-se em dois grupos: as indústrias manuais e as indústrias com maquinarias. As indústrias manuais produzem-se em maior medida pelos nómades e os habitantes das cidades e dos pequenos povos da região, as quais consistem em tecer Quelim e Jajim (dois tipos de tapetes), tecidos a lã , tecidos em crochê e outros tipos de tecidos próprios dos nómades. As indústrias com maquinarias da região baseiam-se nos produtos primários das minas da província. As características geológicas e a variedade estrutural dos recursos minerais da província são chamativas, já que se encontram depósitos metálicos como o cobre, zinco, ouro e o chumbo nesta zona.
Na parte final do post de hoje, apresentaremos uma outra parte da natureza impressionante da província de Ardebil denominada a estrada de “Heiran”, onde se encontra uma das regiões naturais do Irã entre a estrada de Astara-Ardebil. O maravilhoso trajeto é um sonho exclusivo e impressionante para os olhos de todos. A estrada delimita-se pelas montanhas cobertas pelos bosques e, por outro lado por vales não tão profundos nos quais atravessa o rio Ara. A estrada de Heiran está coberta quase sempre pelo nevoeiro. Os vales, as encostas das montanhas cobertas pelas flores e plantas florestais onde os rebanhos estão sempre pastando, as colmeias das abelhas são as primeiras que se vê a primeira vista. O clima agradável da estrada de Heiran no verão é poder contemplar a natureza pura e presenciar o movimento das tropas de cavalos selvagens, que deixam a todos uma boa imagem inovadora na mente de qualquer visitante. Por esta mesma razão, os amantes da natureza chamam a esta região como os Alpes do Irã.
Esperamos que tenham gostado deste post e agradecemos a todos pela atenção. Até o próximo.